A prisão improvisada de 11 príncipes da Arábia Saudita

O Comitê anticorrupção da Arábia Saudita decretou neste final de semana, a prisão de 11 príncipes, quatro ministros e dezenas de ex-ministros. Entre os detentos, o bilionário Alwaleed Bin Talal.

Segundo o site Glamurama, os hóspedes do hotel Ritz-Carlton de Riad, capital saudita, foram acordados às 23h (horário local) no sábado (04) e reunidos no lobby, onde foram informados de que teriam que deixar suas luxuosas suítes e que seriam transferidos para outros hotéis da região. Horas depois foram chegando os novos “hóspedes”.

Ainda de acordo com a publicação a estratégia foi para evitar que os nobres acusados rompessem os laços com Muhammad Bin Salman. São eles que permitem a manutenção da monarquia desde a criação da Arábia Saudita em 1932.

Veja detalhes da prisão mais luxuosa do mundo:

mudancadeparadigmas.com