Agnaldo Timóteo é vaiado e hostilizado por servidores públicos

O ex-deputado federal Agnaldo Timóteo foi hostilizado por manifestantes na porta da prisão José Frederico Marques, em Benfica, no Rio.

O cantor foi até o local no sábado (02) para visitar o presidente do PR e ex-ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, preso na terça-feira (28), pela Operação Caixa D’Água, que prendeu também os ex-governadores do Rio, Anthony e Rosinha Garotinho.

Segundo a Veja,ao chegar, foi interpelado e vaiado por manifestantes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais-Muspe, que estavam no local para protestar contra salários atrasados.

Ouvindo os gritos, Timóteo interrompeu o seu percurso, voltou-se para os manifestantes e perguntou: “O que houve?”. Os manifestantes responderam com gritos de “bandido”.

Um repórter da rádio CBN que estava no local perguntou o motivo de sua visita. O ex-deputado respondeu: “Vim visitar uma fera que está aqui”. “Quem” perguntou o jornalista.

 “É a melhor de todas, o meu ex-presidente, Antônio Carlos”.

A visita do cantor, no entanto, foi frustrada por agentes da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), pois ele não portava a carteirinha necessária para visitas, fornecida previamente pelo órgão.

Agnaldo Timóteo que está 81 anos, chegou a dizer para a imprensa que estava disposto a se filiar do PT, lançar-se como deputado federal e fazer campanha para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2018. “Eu quero brigar pelo Lula”, avisou.

mudancadeparadigmas.com