Aliados de Aécio choram e afirmam que o senador não tem condições de se manter na presidência do PSDB

Aliados do senador Aécio Neves (MG) choraram com o relato de que ele pediu R$ 2 milhões a Joesley Batista e reconhecem que não há clima para ele permanecer no posto de presidente do PSDB, informa a coluna Painel da Folha de São Paulo.

“Apesar da euforia com as acusações contra Temer e Aécio, a oposição, nos bastidores, se prepara para fatos novos, que envolvam integrantes de partidos da esquerda. Um dirigente de sigla aliada ao PT advertiu: Não para por aí”.

O movimento “Frente Brasil Popular” vai fazer uma manifestação contra as reformas, dia 24, em Brasília, em defesa pelas “Diretas já”.

mudancadeparadigmas.com