Bernardinho troca PSDB pelo Partido Novo

Bernardinho, ex-técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, trocou o PSDB pelo Partido Novo. O treinador  era a aposta dos tucanos para o governo do Rio nas eleições do ano que vem.

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), que é amigo de Bernardinho, tenta reverter a decisão.

João Amoêdo, presidente do Partido Novo, disse que Bernardinho se filiou no início do ano passado e que o projeto é lançá-lo para governador do Rio. O treinador, no entanto, ainda não confirmou.

Eu acho que tem muita gente no Brasil que gostaria de votar nele, não só por ser um vencedor, um formador de equipe, mas pelo cenário em que a gente precisa trazer novas lideranças para a política. Agora, é uma mudança de vida que eu sei que não é fácil para ele “disse Amoêdo.

Estou certo de que qualquer projeto eleitoral que ele venha a abraçar ocorrerá em parceria com o PSDB ou, quem sabe, dependendo do que venha a ocorrer na reforma eleitoral, no próprio PSDB. Ele continua tendo conosco as melhores relações”, afirmou Aécio tentou minimizar a baixa.

Entretanto,o presidente do Novo, porém, descartou eventual coligação com o PSDB:

Após todo esse evento de Lava-Jato, eu acho que não é muito fácil. Pode ser que esse cenário mude daqui a um ano. A gente preza muito a imagem do partido”.

O partido pelo qual Bernardinho se filiou o Novo, foi fundado em fevereiro de 2011 e teve o registro da legenda deferido pelo Tribunal Superior Eleitoral –TSE-) em 15 setembros de 2015, data em que foi autorizada a filiação de candidatos. Informações: O Globo

mudancadeparadigmas.com