Brasileiro desconfia de políticos, mas aposta em “um candidato novo, fora da política tradicional”

Estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-DAPP) mapeou a desconfiança e o descrédito “do eleitor brasileiro em relação aos partidos políticos, ao presidente da República e até mesmo sobre os candidatos em quem votou em eleições passadas abre uma brecha para a renovação na eleição do ano que vem, quando serão escolhidos, além do presidente, governadores, senadores e deputados federais”, segundo O Globo.

Para o coordenador da pesquisa, Marco Aurélio Ruediger, a combinação entre descrédito e esperança poderá resultar em um processo de renovação eleitoral.

 “A taxa de rejeição é grande, e a taxa de rotatividade deve ser imensa. Tudo aponta para uma eleição que vai ser um momento pivotal da política brasileira.”

29,8% dos entrevistados apoiam “um candidato novo, fora da política tradicional”.

mudancadeparadigmas.com