Cunha vai entrar novamente para a história

Após delações premiadas de executivos da Odebrecht e da JBS que dificultaram a vida política do presidente Michel Temer (PMDB), outras duas estão em fase de conclusão dentro da força-tarefa da Lava Jato.

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) responsável por abrir o processo de impeachment contra Dilma Rousseff, e o operador financeiro Lúcio Funaro devem piorar a situação de Temer.

Ambas as delações estão na reta final e devem ser concluídas para homologação em duas semanas.

Cunha vai entrar, novamente, para a história, agora com a delação que poderá derrubar o presidente. Agosto pode se tornar o mês do desgosto para Michel Temer a cúpula do PMDB.

mudancadeparadigmas.com

Se você gostou, compartilhe essa matéria ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page