Dos 81 senadores apenas um foi a todas as sessões no Senado em 2016

O senador José Reguffe (DF) foi entre os 81 senadores brasileiros, o único que compareceu a todas as 91 sessões, para votação de projetos, medidas provisórias ou propostas de emenda constitucional (PECs) no Senado em 2016, segundo levantamento publicado pela revista Congresso em Foco.

Waldemir Moka (PMDB-MS), José Pimentel (PT-CE) e Eunício Oliveira (PMDB-CE) tiveram apenas uma falta cada, enquanto os senadores Álvaro Dias (PV-PR), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Simone Tebet (PMDB-MS), Wellington Fagundes (PR-MT), Dalirio Beber (PSDB-SC), Fátima Bezerra (PT-RN) e Lasier Martins (PDT-RS), três ausências cada um.

Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente da Casa, compareceu a 77 sessões e faltou a 14, das quais nove receberam justificativas e cinco não foram explicadas.

Os maiores faltosos, de acordo com o levantamento, foram os senadores Jader Barbalho (PMDB-PA), com 62 faltas, e Rose de Freitas (PMDB-ES) e Fernando Collor (PTC-AL), ambos com 30 faltas.

As 883 faltas totais dos senadores nas 91 sessões representam, de acordo com o Congresso em Foco, 14% do total, percentual equivalente ao de 2015. Do total de ausências, 656 (74%) foram justificadas e 232 (26%) não tiveram explicações pelos parlamentares. Informações: Veja

mudancadeparadigmas.com