Esposa do ministro do TSE, Admar Gonzaga acusa o marido de agressão

Élida Souza Matos, esposa do ministro Admar Gonzaga, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), registrou uma queixa na polícia acusando o marido de agressão, praticada na noite de quinta-feira (22), segundo informações do jornal Metrópoles.

Após uma discussão na residência do casal, no Lago Sul, Elida chamou a Polícia Militar e posteriormente foi levada à 1ª Delegacia de Polícia do Distrito Federal, onde foi feito um registro de violência doméstica com base na Lei Maria da Penha.

De acordo com as informações, Elida disse aos policiais que o magistrado causou-lhe um ferimento no olho, atirou enxaguante bucal contra ela e a agrediu verbalmente.

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, divulgou uma nota em nome do casal na tarde desta sexta-feira (23), lamentando o ocorrido e explicando que “não passou de um desentendimento, com exasperação de ambos os lados”.

Leia a íntegra da nota do advogado do casal:

“O casal Élida Souza Matos e Admar Gonzaga Neto lamenta profundamente e pede desculpas a seus familiares e amigos pelo incidente ocorrido, que não passou de um desentendimento, com exasperação de ambos os lados. Esclarece ainda que o fato noticiado pela imprensa está sendo tratado pelo próprio casal estritamente no âmbito familiar e que buscará o melhor entendimento e o pleno resguardo da integridade de ambos. Nesse momento delicado, pede a todos e todas compreensão e que respeitem a intimidade e a privacidade do casal”.

mudancadeparadigmas.com