Ex-ministro da Saúde é chamado de “golpista e bandido” e chuta militante

O deputado federal Marcelo Castro (PMDB-PI) ex-ministro da Saúde do governo Dilma Rousseff, foi hostilizado por militantes ligados à Central Única dos Trabalhadores-CUT, chamado de “bandido” e “golpista” na entrada do aeroporto Petrônio Portela, em Teresina, na tarde de ontem. Castro reagiu e chutou uma militante,diz a Veja.

Acompanhado por um assessor, o deputado federal após conseguir passar pelos manifestantes, voltou a ser interpelado por uma mulher, e desta vez, revida com um chute.

Fui auxiliado por um assessor, atravessei e dei as costas pra eles, que me empurraram e me deram com um dos cartazes na cabeça. Então instintivamente, automaticamente, impulsivamente, me virei para confrontar com a pessoa, para dar um chute, mas quando me preparei para dar o chute veio a conscientização da situação. Vi que, como deputado federal, não podia fazer aquilo. Então saiu um ‘meio chute’, Tomei consciência e refreei. Homem público não pode fazer isso”, disse o peemedebista.

Assista ao vídeo:

mudancadeparadigmas.com