Galvão Bueno é ouro em gafe – pede que cadeirante fique em pé durante hino da Jamaica

Durante a transmissão olímpica da Globo, na noite desta quinta-feira (18) depois que Usain Bolt venceu os 200 m rasos, no atletismo, Galvão pediu que o humorista Marcelo Adnet cantasse o hino jamaicano, em homenagem ao ganhador da prova.

Galvão Bueno cometeu uma gafe ao se dirigir aos convidados do estúdio, incluindo o cadeirante Fernando Fernandes, pedindo para que todos ficassem em pé para ouvir o hino nacional da Jamaica.

“Vamos lá, todos de pé, por favor, que nós vamos ouvir com muito respeito o hino da Jamaica“, disse Galvão.

No meio da brincadeira, sem cantar, Adnet afirmou que a Jamaica é uma nação muito querida, mas acabou interrompido por um comentário de Fernandes, que não foi captado pelos microfones.

“Boa, Fernando“, afirmou o apresentador do” Adnight” rindo da situação.

“Por isso que eu nem levantei. Deixa ficar sentado“, declarou em seguida o atleta cadeirante de forma bem-humorada.

Lars Grael, comentarista que teve uma perna amputada devido a um acidente no mar e que anda com ajuda de uma muleta, também estava entre os convidados.

mudancadeparadigmas.com