Léo Pinheiro apresenta a Lava Jato provas do tríplex

OASLeoPinheiro010616

Após dizer ao juiz federal Sergio Moro que o tríplex 164-A do edifício Solaris, no Guarujá (SP), era do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Léo Pinheiro, anexou nesta segunda-feira (15) ao processo que apura o pagamento de propina de 3,7 milhões de reais ao petista documentos que provam a reserva do tríplex de Lula e as reformas do apartamento no Guarujá e do sítio em Atibaia.

Interrogado pelo juiz federal Sérgio Moro na quarta-feira, 10, Lula confirmou ter visitado o triplex em fevereiro de 2014 acompanhado da ex-primeira-dama Marisa Letícia e de Léo Pinheiro. O petista atribuiu à Marisa interesse pelo imóvel, “certamente para fazer investimento“, mas afirmou que a compra não foi fechada. Segundo o ex-presidente, Marisa “não gostava de praia” e ele próprio havia identificado “quinhentos” defeitos no apartamento.

E-mails reproduzidos pelo Estadão:

Email Leo Pinheiro Triplex Email Leo Pinheiro Triplex1

mudancadeparadigmas.com

Se você gostou, compartilhe essa matéria ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page