Loja é acusada de racismo após anúncio grosseiro com menino negro

A rede sueca de moda Hennes & Mauritz -H&M foi obrigada a se desculpar e a retirar do ar o anúncio de um moletom verde vestido por um menino negro, depois de a peça publicitária ser acusada de racismo nas redes sociais, segundo a Veja.

O que gerou espanto e indignação nos internautas foi a frase escrita na frente do moletom: “coolest monkey in the jungl” (o macaco mais legal da floresta).

A blogueira de moda britânica Stephanie Yeboa foi uma das primeiras a criticar o anúncio.

Com a repercussão negativa, a rede foi obrigada a retirar o material do ar e se desculpar. “A imagem foi removida e o produto não será mais vendido em suas lojas”, informou a H&M em comunicado.

mudancadeparadigmas.com