Lula não vai poder ser candidato, “a não ser que ele…”

O ministro do Supremo Tribunal Federal-STF, Gilmar Mendes disse em entrevista ao programa CB Poder, nesta quarta-feira(07) que o ex-presidente Lula tem chances mínimas de conseguir uma liminar no Supremo Tribunal Federal-STF, que suspenda a execução da sentença de prisão do TRF-4.

Crime contra a administração pública, em segundo grau, é quase que um caso de inelegibilidade aritmética”, afirmou.

O ministro falou ainda que, em princípio, Lula não vai poder ser candidato e deverá ser preso.

Em princípio, ele não vai poder ser candidato, a não ser que ele atue e consiga suspender e anular a decisão criminal do TRF-4. Vai para o Superior Tribunal de Justiça, depois para o Supremo com recursos.”

Questionado se o STF teria coragem de mandar prender o ex-presidente Lula, considerando a repercussão do ato, Mendes foi categórico:

Se houver o entendimento de que se execute, ou seja, com a decisão de segundo grau ou com o trânsito em julgamento, e se não houver decisão do acórdão da sentença, ele será preso”.

mudancadeparadigmas.com