Mãe expõe foto de criança na internet e depois reclama de “mensagens de ódio”

O pequeno Kaio Pinho, de apenas 3 anos e que tem dupla cidadania, brasileira e americana, participou no ultimo sábado (12),junto a milhares de pessoas, contra a vitória de Donald Trump em Los Angeles.

A criança segurava um cartaz que fazia referencia a proposta de construção de um muro na fronteira com o México, para impedir a entrada de imigrantes, um dos temas da campanha presidencial, com os seguintes dizeres:

 “Se ele construir um muro, eu vou crescer e derrubá-lo”.

A mãe, Brisa Pinho, conta que ao fazer o cartaz pensou em um sentindo mais simbólico.

“Foi no sentido de um muro mais psicológico no caso racial e de ódio. A campanha [de Trump] foi muito baseada nisso. Estava criando uma separação aqui, o que existia menos na época do Obama”, explicou.

Foi no sentido de que se ele construir uma muralha de racismo aqui o Kaio vai crescer, sua geração vai crescer, e derrubá-la”, acrescentou.

Ele não entende muito, mas gosta de tudo que é festa. Ficamos mais atrás, porque se ficasse violento eu iria embora, mas foi superpacífico, com famílias com crianças”, diz.

Segundo a mãe a foto do filho foi feita sem a intenção de torná-la famosa.

Achei que seria uma foto bonitinha para mostrar para ele quando crescesse”, diz. Ela conta que no dia seguinte foi surpreendida por centenas de comentários e mensagens, umas de apoio, outras de repudio.

Expor a foto do filho de 3 anos, em protesto político, nas redes sociais, tem conotação tão (ou mais) grave do que o tema combatido!

brisa-kaio

mudancadeparadigmas.com