Marco Aurélio votará contra auxílio-moradia “mesmo que dê briga em casa”

O ministro do Supremo Tribunal Federal-STF, Marco Aurélio de Mello, afirmou que vai votar contra o benefício de auxílio-moradia para a magistratura, quando o assunto voltar à pauta na corte.

“Mesmo que dê briga em casa” ironizou ele.

O assunto vem causando polêmica por ser pago também a juízes que possuem residência própria na cidade onde trabalham.

A mulher e a filha do ministro do STF recebem auxílio-moradia de R$ 4.377,73 mensais cada uma, segundo a Coluna do Estadão.

“Letícia Mello, a filha, é desembargadora do TRF-2, no Rio. Sandra de Santis, a esposa, é desembargadora do TJ-DF.

Ministros do STF não têm direito ao auxílio.

mudancadeparadigmas.com