Moro recusa pedido de Lula para ouvir novas testemunhas e determina prazo para concluir processo sobre o tríplex

moro-marca-data-para-ouvir-testemunhas-sobre-o-triplex-de-lula

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato recusou nesta segunda-feira o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do Ministério Público Federal (MPF) para ouvir novas testemunhas no processo sobre o recebimento de propina da OAS na forma de um tríplex no Guarujá,informa o G1.

O magistrado determinou os prazos para que as partes interessadas: MPF, Petrobras e advogados de defesa, façam suas alegações finais na ação.

“Enfim, este Juízo já ouviu muitos depoimentos sobre o apartamento tríplex e sobre a reforma dele, não sendo necessários novos a esse respeito. O que se faz necessário, sim, é valorar oportunamente os depoimentos já tomados, juntamente com as demais provas”, escreveu no despacho, publicado nesta segunda-feira (15).

Moro decidiu que o MPF terá o prazo de 25/05 a 02/06 para encaminhar a sua conclusão do processo. A Petrobras, parte interessada, entre os dias 5 e 6. E a defesa de Lula, por fim, do dia seguinte até 20 de junho.

Apresentadas alegações finais pelas partes, Moro poderá proferir sentença e condenar, ou não, o ex-presidente.

mudancadeparadigmas.com

 

Se você gostou, compartilhe essa matéria ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page