Moro:Corrupção e lavagem não exigem “a transferência formal do tríplex” para Lula

O juiz Sérgio Moro, na sentença condenatória do ex-presidente Lula chamou a atenção para o fato de que processo não estava discutindo a “titularidade formal do imóvel, mas questão criminal, a caracterização de crimes de corrupção e lavagem“, segundo O Antagonista.

“Nem a caracterização do crime de lavagem, que pressupõe estratagemas de ocultação e dissimulação, exigiriam para sua consumação a transferência formal da propriedade do Grupo OAS para o ex-presidente Lula.”

Os defensores de Lula defendiam a tese de que não havia documento que provasse a titularidade do tríplex em nome do petista.

mudancadeparadigmas.com