O “encontro cordial” de Caetano Veloso com Deltan Dallagnol

O cantor Caetano Veloso em artigo publicado no “O Globo” relata sobre o jantar com Deltan Dallagnol, em sua casa, no Rio. O encontro,com o procurador,se deu nas vésperas do ato de desagravo ao juiz Marcelo Bretas, cujas decisões tinham sido desqualificadas pelo ministro Gilmar Mendes.

Leia um trecho:

Não gostei quando o juiz Moro soltou a gravação do telefonema de Dilma pra Lula, depois do prazo estipulado, o que teve papel importante na resposta da opinião pública e deu força ao movimento pró-impeachment. E detestei a cena do power point. Dallagnol falou disso no encontro como tendo sido algo que não deu certo, embora desmentisse que tivesse dito não ter provas, mas ter convicção (…).

Me lembro de ter falado com ênfase, no encontro com Deltan, sobre a importância histórica da figura de Lula e o significado de sua força política. Ao sair, ele se ofereceu para me responder a qualquer pergunta que futuramente me ocorresse.

É saudável que nós brasileiros fiquemos de orelha em pé para que movimentações importantes não venham a servir à manutenção das nossas desigualdades. Porque não somos campeões em corrupção, mas somos campeões em desigualdade. “É com tudo isso em mente que apoio, em meu íntimo, a Lava Jato.”  

Será??

mudancadeparadigmas.com