O voto decisivo

O desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), concluiu seu voto de relator no recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra condenação em primeira instância no processo da Lava Jato que envolve um tríplex em Guarujá (SP).

O analise do processo foi feita, pelo desembargador em 100 dias. Seu voto já seguiu para o revisor e deverá ser julgado na turma no início de 2018

O empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, confessou o pagamento de propinas a Lula.

“A decisão da Oitava Turma sobre Lula vai determinar o futuro da democracia brasileira” registra O Antagonista.

mudancadeparadigmas.com