Os repasses para a “Amante”

O ex-executivo da Odebrecht, Benedicto Júnior confirmou em delação premiada ao Ministério Público, os apelidos dos políticos e valores que foram pagos a eles pela construtora entre 2008 e 2014.

O delator disse que muitos receberam caixa 2 em campanhas eleitorais.

Benedicto entregou à procuradoria-geral da República-PGR as planilhas com os repasses para a “Amante”, codinome de Gleisi Hoffmann (PT-PR). As senhas são sugestivas: aliança e anel.

planilha Amante.1jpg planilha Amante

mudancadeparadigmas.com

Se você gostou, compartilhe essa matéria ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page