Cabral vai mal – pela sétima vez o ex-governador do Rio vira réu na Lava-Jato

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, aceitou na noite desta quarta-feira mais uma denúncia feira pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-governador Sérgio Cabral, diz O Globo.

Cabral se torna réu, desta vez, sob a acusação de comandar um cartel com empreiteiras que teria fraudado as licitações para obras de reforma do Maracanã e do PAC das Favelas. O ex-governador, preso preventivamente desde novembro, também é réu em um processo da Lava-Jato que tramita na Justiça Federal em Curitiba.

O ex-governador do Rio é apontado como o comandante do sistema de fraude, em conluio com outros ex-membros do governo estadual e executivos de nove empreiteiras: Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Carioca Engenharia, Delta, Queiroz Galvão, OAS, Odebrecht, Camter e EIT.

Pelas empreiteiras, foram denunciados os executivos Fernando Cavendish e Paulo Meríade Duarte (Delta); Benedicto Júnior, Eduardo Soares Martins, Irineu Meireles, Marcos Vidigal do Amaral e Karine Khoury Ribeiro (Odebrecht); Maurício Rizzo e Gustavo Souza (Queiroz Galvão); Louzival Mascarenhas Júnior, Marcos Antônio Borghi e Marcelo Duarte Ribeiro (OAS); Ricardo Pernambuco (Carioca Engenharia); José Gilmar Santana (Camargo Corrêa); Paulo César Almeida Cabral (EIT) e Juarez Miranda Júnior (Camter).

mudancadeparadigmas.com

Se você gostou, compartilhe essa matéria ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page