PF investiga “briga de bar” envolvendo Celso Russomanno

A Polícia Federal por determinação do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal-STF, investiga um calote atribuído ao deputado Celso Russomanno (PRB-SP), registra a Expresso (Época).

“Sócio do Bar do Alemão, estabelecimento comercial que funcionou em Brasília nas proximidades do Congresso Nacional e fechou as portas há pouco mais de um ano, Russomanno é acusado na Justiça de não quitar o aluguel do imóvel. O valor da causa é R$ 2 milhões”.

“Em maio passado, o caso foi parar no balcão de uma delegacia da Polícia Civil de Brasília. Russomanno, um assessor parlamentar e funcionários de uma transportadora de máquinas estiveram no local para tentar tirar de lá um gerador de energia avaliado em R$ 120 mil. Não deu outra: bate-boca”.

mudancadeparadigmas.com