Poderoso mas nem tanto – Após desacato ao STF rejeição a Renan dispara 17% em um mês

O presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) viu sua desaprovação acelerar e alcançar a marca de 17% em apenas um mês, segundo informou a coluna Radar on line (Veja).

“Em novembro, antes do imbróglio envolvendo o STF, que culminou em sua manutenção na presidência da Casa, Renan era rejeitado por “apenas” 62% dos brasileiros. Já em dezembro, com águas passadas, ele viu o mesmo índice saltar para 79%”.

Em junho, Renan tinha sua maior aprovação, na região Norte do país com 10%. Neste mês, o número é traço, 0%. A pesquisa é do Instituo Ipsos.

mudancadeparadigmas.com