Portugal se prepara para dizer adeus a Mario Soares

Portugal se prepara neste domingo (08) para prestar suas últimas homenagens ao ex-presidente socialista Mario Soares, falecido no sábado aos 92 anos.  Figura histórica Soares abriu o caminho para a libertação do país do jugo da ditadura de Salazar em 1974.

Seu ex-assessor, José Manuel dos Santos informou que a família pediu que as cerimônias fúnebres, previstas para segunda e terça-feira em Lisboa, fossem fieis a personalidade do ex-chefe de Estado ,que cultivava a “proximidade com as pessoas”.

O corpo do ex-presidente socialista vai descansar em uma capela no Mosteiro dos Jerônimos, após percorrer um caminho de duas horas de cortejo fúnebre pelas ruas de Lisboa.

Foi entre as paredes de seu claustro, que Mario Soares assinou em 12 de junho de 1985 o Tratado de Portugal de Adesão à Comunidade Econômica Europeia, precursora da União Europeia.

O governo socialista declarou três dias de luto nacional e pediu que “todos os cidadãos” prestem homenagem a esta “grande figura da história contemporânea portuguesa, o fundador do nosso sistema democrático e símbolo da liberdade“.

Questionado sobre o segredo de sua longevidade política, Mario Soares Filho, que era filho de um padre, gostava de dizer que “sempre senti um grande desejo de viver e uma enorme curiosidade”. “Eu tenho uma certa energia vital. Dadas as inevitáveis moléstias da vida, eu viro com facilidade a página”, assegurou.

Para seu biógrafo Joaquim Vieira, a França, onde viveu no exílio no início dos anos 70, teve um papel importante em sua formação política:

“Soares começou sua carreira como um comunista antes de romper com o PC no início dos anos 50. Em seguida, as suas ideias socialistas vieram principalmente da França“.

“Fora de Portugal, ele era visto como o líder político que salvou Portugal do comunismo após a Revolução dos Cravos“, disse à Agence France-Presse – AFP.

mudancadeparadigmas.com

Se você gostou, compartilhe essa matéria ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page