Prefeito de cidade baiana assina decreto polêmico e entrega a cidade a Deus

O prefeito Jairo Magalhães, eleito para a gestão de 2017/2020 da cidade de Guanambi, na Bahia,tomou posse no último domingo (1) e começou o mandato de forma bastante peculiar: seu primeiro decreto no cargo, mesmo antes de nomear seus secretários, foi a “entrega da chave da cidade ao Senhor Jesus Cristo”.

O prefeito declarou na última segunda-feira (2), em decreto no Diário Oficial do Município, que a cidade de Guanambi, que fica a sudoeste da capital baiana Salvador, pertence a Deus e que “as forças espirituais do mal” na cidade estão sujeitas a Jesus.

A parte mais polêmica de seu decreto foi o cancelamento de “todos os pactos realizados com qualquer outro Deus ou entidade espiritual”.

Os internautas acusaram Magalhães de cometer crime de preconceito religioso e ainda fizeram correções ao texto publicado no diário oficial da prefeitura.

Lendo seu Decreto número um, percebi a seguinte necessidade de correção. Onde se lê ‘sobre a proteção do Altíssimo, que significa acima de, leia-se sob a proteção do Altíssimo, que significa debaixo de’. Afinal não podemos nunca estar acima da proteção de Deus“, comentou uma das seguidoras de sua página oficial no Facebook.

Ao assinar o decreto o prefeito Jairo Magalhães vai na contra mão do seu programa de governo, no qual colocou propostas como a elaboração de políticas de mapeamento e divulgação da diversidade cultural guanambiense. Informações: Ultimosegundo.IG

decretoajesuscristoguanambi

mudancadeparadigmas.com

 

 

Se você gostou, compartilhe essa matéria ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page