Preocupado Temer se reúne com Cármen Lúcia para tratar da crise em presídios

O encontro entre o presidente Michel Temer e a presidente do Supremo Tribunal Federal – STF, Cármen Lúcia, para tratar da crise nos presídios, ocorreu na casa da ministra, no Lago Sul, em Brasília, e não estava na agenda oficial de nenhum dos dois.

A reunião,entre os dois estava previsto inicialmente para domingo, mas com o agravamento e os assassinatos de presos em Roraima e Amazonas, Temer solicitou que fosse antecipado diante da gravidade da situação.

Segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, o presidente estaria muito preocupado com o “efeito dominó” das rebeliões em várias regiões do País.

Ainda de acordo com a publicação “na tentativa de não levar a crise para o Planalto, Temer demorou a se posicionar sobre a matança no presídio de Manaus. Depois, falou em “acidente pavoroso” e a expressão ganhou mais destaque do que as medidas anunciadas, como a construção de cinco presídios federais, consideradas um “factoide” até por aliados”.

Para não chamar a atenção, Temer usou um carro prata, sem identificação, e não os tradicionais veículos oficiais pretos da Presidência da República. Ao sair, acenou para jornalistas, mas não deu declarações. Foto (Estadão)

mudancadeparadigmas.com