Procuradora que pediu suspeição de Moro, responde a processo disciplinar por engavetar mais de mil processos

A subprocuradora Áurea Pierre, que pediu ao Superior Tribunal de Justiça-STJ que julgue a suspeição de Sérgio Moro no pedido protocolado pela defesa de Lula, é alvo de um processo disciplinar por engavetar mais de mil processos, informa O Antagonista.

Na investigação administrativa, “o corregedor Claudio Portela do Rego informa que, entre os anos de 2015 e 2016, a subprocuradora deixou de promover o andamento de centenas de processos judiciais.

No primeiro levantamento, foram encontrados 773 processos paralisados por 12 meses, dentre os quais 305 relacionados a réus presos.

O último relatório da correição indicou mais que o dobro de processos paralisados: 1650 casos, sendo que 1.001 estavam sem qualquer movimentação havia mais de 1 ano”.

mudancadeparadigmas.com