Professor de direito debocha da mulher em sala de aula: “mulher gosta de apanhar”

Em vídeo compartilhado nas redes sociais,de uma aula do Centro de Estudos Jurídicos Luiz Carlos, em Curitiba,é possível assistir uma declaração que um professor fez em de sala de aula: “Mulher gosta de apanhar”, segundo informou o G1.

Mulherada se acha, né, essa Lei Maria da Penha aí né, mulherada se acha, né. Gosta de apanhar ou não? Levar uns murros na boca de vez em quando? Uma joelhada, não gosta? Quebrar umas costelas, não gosta? Mulher gosta de apanhar. Mulher gosta de levar porrada, não é verdade? Ela não gosta quando incha a boca, incha o olho, borra a maquiagem, daí ela não gosta. Tô brincando, tô brincando, tô brincando, tô brincando!”.

Victor Augusto Leão faz parte da equipe de professores do Curso Luiz Carlos que, no site, o apresenta como graduado em direito pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), com especialização em Direito Civil Contemporâneo e mestre em Ciência Jurídica.

A aula, ministrada no dia 02 deste mês, era uma revisão de véspera para o concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

Confira:

 

Com a repercussão, Victor Augusto Leão divulgou uma nota de esclarecimento.