O compromisso com a vida-Criança morre por omissão de socorro de médica

O menino, Breno Rodrigues Duarte da Silva portador de uma doença neurológica, precisou de atendimento médico, na manhã de quarta-feira (07), por apresentar fortes dores no estômago. Os pais da criança de 01 ano, rapidamente, ligaram para o plano de saúde, solicitando uma ambulância.

De acordo com a mãe, veiculo chegou em meia hora, mas retornou sem prestar o atendimento. Outra equipe médica só chegou duas horas depois da morte da criança.

E a internação foi solicitada a Unimed. A Unimed mandou a ambulância para gente, a gente solicitou às 8h20 da manhã. Quando foi às 9h10 ambulância chegou ao condomínio, só que ambulância chegou ao nosso condomínio e nós não sabemos o porquê a médica da ambulância, plantonista que foi para levar o meu filho para a internação não atendeu”, relata a mãe da criança, a empresária Rhuana Lopes Rodrigues.

Imagens da câmera de segurança de um condomínio próximo mostram a médica, no banco do carona rasgando alguns papéis. Ela gesticula e depois vai embora, sem sequer falar com os pais.Segundo a família, funcionários do condomínio ouviram a médica gritar que tinha passado de seu horário de trabalho.

mudancadepardigmas.com